Ministério Público abre procedimento para apurar denúncia de acúmulo de cargo por parte da diretora da 4ª CIRETRAN, em Patos



O Ministério Público Estadual (MPE) abriu procedimento para apurar denúncia de suposto acúmulo de cargo por parte da advogada Danúzia Ferreira Ramos, atual diretora da 4ª Circunscrição Regional de Trânsito (4ª CIRETRAN), órgão do Departamento de Trânsito da Paraíba (DETRAN/PB).

De acordo com a denúncia protocolada de número 001.2021.015139 e já aceita pelo MPE, Danúzia Ferreira estaria acumulando cargos públicos no próprio órgão. Ela está como diretora da 4ª CIRETRAN e é também funcionaária efetiva do órgão, recebendo pelas duas funções, ou seja, cargo comissionada e efetiva. Com o suposto acúmulo, a servidora recebe o valor de mais de R$ 14.000,00.

A denúncia foi feita pelo ex-diretor da 4ª CIRETRAN, Washington Queiroz de Oliveira. O MPE determinou a notificação da diretora para que no prazo de 15 dias possa apresentar defesa.

Danúzia Ferreira estaria, de acordo com a denúncia, ferindo a Norma Constitucional prevista no Artigo 37 da Constituição Federal de 1.988.

A reportagem fez contato com a diretora que disse que vai responder ao MPE assim que for notificada.


Jozivan Antero – Patosonline.com