Ministério da Saúde assina contrato de 10 milhões de doses da vacina Sputnik V



O Ministério da Saúde assinou nesta sexta-feira (12) um contrato para adquirir 10 milhões de doses da vacina Sputnik V, que serão importadas da Rússia pelo laboratório União Química.

informação havia sido adiantada pelo âncora da CNN, Caio Junqueira.

O cronograma da pasta prevê que 400 mil dessas doses cheguem até o final de abril, 2 milhões em maio e o restante, até o fim de junho. 

O imunizante ainda não tem autorização para uso emergencial ou registro concedido pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). 

Em entrevista coletiva mais cedo, o gerente-geral de medicamentos da agência, Gustavo Mendes, disse que o laboratório não enviou resposta às exigências feitas pelo órgão regulador, mas que a Anvisa segue aberta para discussão. 

“A expectativa é que os próximos passos sejam tomados pela empresa”, afirmou ele.  

O secretário-executivo do Ministério da Saúde, Elcio Franco, também destacou que a aprovação da agência é necessária para o início das aplicações. 

“Agora, para que possamos efetivamente aplicar a Sputnik V em nossa população e realizar os pagamentos após cada entrega de doses dessa vacina, só necessitamos que a União Química providencie com a Anvisa, o quanto antes, a autorização para uso emergencial e temporário”, disse em nota.

CNN Brasil