Mineral defende manifesto de Ludgério e ratifica que Governo Maranhão III não é legítimo



O deputado Antônio Mineral subiu a tribuna da Assembléia Legislativa, na tarde de hoje (07), com um discurso fervoroso a respeito do manifesto apresentado por Manoel Ludgério, ontem. Mineral afirmou que o Governo do Estado não cumpre os compromissos listados no manifesto por que está guardando dinheiro para a campanha de 2010.

“A verdade dói e a situação não que ouvir, mas a Paraíba não pode continuar como está”, criticou o parlamentar.

O ex-líder da oposição na bancada acredita que a justiça irá julgar o pedido de novas eleições na Paraíba ainda este mês, a exemplo do que aconteceu no caso de Tocantins, em que o STF optou por matér as eleições indiretas.

Em viagens ao interior do Estado, Mineral garantiu ver de perto a opinião da população: “Aonde o governador biônico chega, é vaiado. Ele nada fez pela Paraíba e nada vai fazer”, assegurou.

Diante do discurso de Mineral a bancada de situação ficou inquieta, mas o tucano insistiu nas palavras ásperas e sugeriu aos parlamentares governistas que ouvissem a verdade e ficassem calados. 

PB Agora