Meteorologista Mário Leitão confirma período chuvoso e explica o motivo pelo qual os açudes não sangram. Ouça



O professor e meteorologista Mário Leitão, concedeu entrevista ao jornalista Marcos Oliveira no programa Espinharas Notícias, e naquele momento disse que mesmo em anos de chuvas normais, a exemplo deste, a variação das chuvas pode ocorrer, principalmente pelo potencial das nuvens que se encontram em determinada localidade ou região.

Esse potencial chuvoso das nuvens varia de local para local, como ele afirmou. Tal variação pode ocasionar chuvas em alguns locais específicos e não em outros, mesmo estando bem próximos.

De acordo com as medidas realizadas pela estação do INMET – Instituto Nacional de Meteorologia, que é oficial em toda a região de Patos, entre os dias 31 de janeiro e 1 de fevereiro, a referida estação meteorológica registrou 101,4 milímetros de chuva no bairro Jatobá. Com base no dado apresentado, Mário Leitão garantiu que o período atual é de chuvas intensas.

“Apesar de estar faltando 9 dias para terminar o mês de fevereiro, os índices registrados nesse ano de 2020 já estão um pouco acima da média. Ou seja, a média pra janeiro é 115,7 milímetros, mas já choveu 127,1 milímetros. Em fevereiro, a média é de 127, 5 milímetros, mas já choveu até ontem, 150,1 milímetros. Portanto, poderia dizer aos conterrâneos sertanejos, que a estação chuvosa já começou e, que segundo as previsões, deve se estender pelo menos até o mês de abril. E que a perspectiva é de que tenhamos um índice na média ou acima da média”, comentou.

Açudes

Em relação aos açudes, Mário Leitão disse que além dessa variação das chuvas, existe um fato igualmente complicador pra que os açudes não tomem água, que são os riachos e córregos represados. Ele explicou que muitos açudes só começam a tomar água quando os açudes que estão antes começam a sangrar ou transbordar.

Ou seja, se ocorrerem chuvas fortes sobre esses açudes, eles podem sangrar, mas se um pouco atrás onde fica a bacia (área de captação), estiver com córregos ou riachos bloqueados, esses açudes podem não sangrar e muitas vezes até ficarem secos.

Como maior exemplo, ele citou o açude do Jatobá, dizendo que as imagens de satélite mostram a existência de mais ou menos 100 açudes ao longo de sua bacia hidrográfica. Essa condição tem dificultado que o açude Jatobá pegue água e possa sangrar. Sobre o sangramento de 2009, ele explicou que só foi possível pelo fato de chover apenas sobre ele, o total de 285 milímetros.

Ouça mais detalhes na entrevista que segue.

Entrevista com professor Mário

Matéria por Patosonline.com




Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal Patosonline.com não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.