Gerais

Menino morto após se afogar em cacimba terá órgãos doados, decide família

Procedimento de captação dos órgãos deve ser realizado a tarde.

ÓTICAS GUIMARÃES

Os órgãos do menino de quatro anos que morreu vítima após se afogar em uma cacimba serão doados. A decisão da família de Anthony Matheus de Souza, 4 anos, foi confirmada na manhã desta terça-feira (29), pela assessoria de comunicação do Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa.

A captação deve acontecer no período da tarde após a divulgação de exames preparatórios. Após a captação, os órgãos serão designados conforme a classificação dos pacientes a serem beneficiados com a escolha.

O diretor da unidade de saúde, Laércio Bragante, a criança ficou submersa por cerca de 20 minutos. “A criança foi reanimada e colocada sob respirador e as funções cardíacas revitalizadas. No entanto, devido a muito tempo sem oxigênio no cérebro, os danos foram irreversíveis”. Chegamos a essa confirmação às 17h de ontem e a mãe foi comunicada.

O médico disse que pelo menos dois órgãos serão doados: “rins e fígado”. “Será colocado em uma lista nacional e os diversos hospitais com pacientes na lista de necessidades demonstram interesse e ficam acarretadas de fazer a remoção”, finalizou.

O caso

O afogamento aconteceu no último sábado (26), em Sapé, na Mata paraibana. O garoto ficou desacordado após cair no reservatório de água. Equipes do Batalhão de Busca e Salvamento, do Corpo de Bombeiros, e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) realizaram uma força-tarefa para salvar a vida dele e o socorreram ao Hospital Sá Andrade, antes da transferência à capital.

Segundo o Corpo de Bombeiros, familiares do garoto sentiram falta dele e foram procurá-lo. A criança já estava dentro do reservatório. Familiares contaram com ajuda de vizinhos para retirá-lo enquanto o socorro chegava. O soldado Josivaldo informou que a criança “estava em grau 6 de afogamento”.

Fonte: Portal T5


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo