Policial

Meliantes assaltam loja em São José de Piranhas, ameaçam vítimas e em seguida são presos pela PM

Após o assalto, a Polícia Militar entrou em diligências e conseguiu localizar os meliantes e com eles foram apreendidos todo o material subtraído, além de drogas e munições

ÓTICAS GUIMARÃES

Dois homens foram presos na tarde desta quinta-feira (24) em uma residência localizada no sítio Peba dos Lira, zona rural de São José de Piranhas. Segundo informações da Polícia Miliar, os indivíduos são suspeitos de praticarem um assalto em uma loja de roupas e acessórios, localizada próximo ao hospital do município, fato ocorrido no início da tarde.

De acordo com o relato policial, os meliantes teriam adentrado no estabelecimento comercial e armados de arma de fogo, teriam anunciado o assalto. Conforme relatou a vítima à polícia, um indivíduo estava de capacete e o outro de boné. Ela disse que os dois adentraram na loja apontando as armas e ameaçando, caso alguém reagisse.

Ainda segundo a vítima, os bandidos levaram seu celular, um outro aparelho de um cliente que estava no recinto, subtraíram vários objetos da loja e uma quantia em dinheiro. Após o roubo, os assaltantes empreenderam fuga em uma motocicleta.

De imediato, a vítima acionou a Polícia Militar e as guarnições iniciaram as diligências. De forma rápida com ajuda de informações colhidas por populares, os policiais conseguiram localizar os meliantes.

Com os suspeitos, a polícia apreendeu vários objetos, como: 17 relógios, 17 óculos, 1 boné, oito cordões de prata, cinco cordões escapulários e quatro cordões de moeda antiga, dois anéis, seis pingentes, 11 pulseiras, 14 cuecas e mais uma quantia de R$ 211,50. As vítimas comprovaram que tais objetos, de fato, foram subtraídos da loja. Os dois aparelhos celulares também foram recuperados pela PM.

A polícia detectou também em poder dos meliantes, duas porções de uma substância semelhante à maconha e mais duas munições de calibre .38 intacta, além das roupas utilizadas pelos investigados durante o assalto.

Os envolvidos foram conduzidos até a delegacia de Cajazeiras, juntamente com o material apreendido, para que sejam tomadas as medidas cabíveis.

Fonte: Diário do Sertão


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo