Marchante esclarece que casos confirmados pra Covid-19 não foram de comerciantes do mercado da carne. Ouça



O marchante Joselito, mais conhecido como Mamulengo, que comercializa no mercado da carne, explicou à reportagem da Rádio Espinharas de Patos, que as pessoas que testaram positivo para a Covi-19, na última quinta-feira (13), no centro de testagem que a Secretaria de Saúde preparou ali mesmo dentro do mercado, foram pessoas que não trabalham naquele estabelecimento.

Ele garantiu que os marchantes foram todos testados adequadamente e tiveram seus resultados negativos.

“Algum comunicador comunicou que aqui estava infectado com a Covid. Mas aqui nenhum marchante deu positivo”, afirmou.

Joselito reforçou a informação de que vieram pessoas que não comercializam no Mercado da Carne, e que dentre essas surgiram os casos positivos.

Outro esclarecimento do marchante mamulengo foi no tocante ao atropelamento de um animal nas proximidades da Ceasa, na BR 230.

Ele desmentiu a informação de que a carne retirada do animal tenho ido para ser comercializada no mercado da carne.

E garantiu que todo animal que chega ao mercado da carne é fiscalizado pela Vigilância Sanitária do município.

“Se algum marchante praticar isso, ele automaticamente é denunciado pelos próprios marchantes”, ressaltou.

Ouça mais detalhes no áudio que segue.

Matéria por Patosonline.com




Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal Patosonline.com não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.