Maranhão é o segundo senador a morrer por causa da covid-19



Maranhão foi o segundo senador brasileiro que morreu por causa da Covid-19. Em outubro, Arolde de Oliveira, do PSD do Rio de Janeiro, morreu após contrair a doença.

Arolde ficou internado mais de 15 dias e, segundo colegas de partido, tinha apresentado sinais de melhora. No entanto, ele piorou, voltou para a terapia intensiva, onde foi entubado, e não resistiu.

Trajetória longa na política

Maranhão nasceu no dia 6 de setembro de 1933 e era formado em Direito pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Ele era casado com a desembargadora Maria de Fátima Bezerra, e deixa três filhos (Maria Alice, Leônidas e Letícia) e dois netos (José Neto e Maria de Fátima).

O parlamentar foi eleito para o segundo mandato no Senado em 2014. Ele já havia sido senador, governador da Paraíba por três vezes, vice-governador, deputado Constituinte, deputado federal e deputado estadual.

O senador teve os direitos políticos cassados pelo regime militar, mas voltou à atividade parlamentar com a redemocratização do Brasil. 

VEJA TAMBÉM:

Morre 71 dias após ser internado com Covid-19, Senador paraibano José Maranhão. Veja sua história

Corpo de José Maranhão será sepultado em Araruna e esposa lamenta a morte e faz declaração para o mesmo. Ouça

Patosonline.com

Com informações da CNN Brasil