Mandatos não serão prorrogados e surgem novos nomes rumo à Prefeitura de Patos em 2020. VEJA O VÍDEO



A Prefeitura Municipal de Patos enfrenta uma profunda crise econômica e administrativa depois de contar, em pouco mais de dois anos, com a passagem de cinco (05) gestores, dois deles (Chica Mota e Dinaldinho), afastados pela Justiça.

Recentemente o Presidente da Câmara, Sales Júnior (PRB), que está sendo o prefeito interino (depois do vice Bonifácio Rocha renunciar ao cargo), cancelou a maior festa da cidade (São João) para horror dos comerciantes locais que já tinham investido muito, e esperavam retorno nas festas juninas.

Em meio a esse furdunço todo não param de surgir novos nomes pretensos a ser prefeito de Patos. Ou não existe crise, ou esses pretensos tem muita coragem para enfrentar esse “balaio de gato” que se tornou a Prefeitura de Patos.

Adicionado a tudo isso, os atuais mandatários de cargos eletivos, sejam vereadores ou prefeitos, estão sonhando acordados com a possibilidade de seus atuais mandatos serem prorrogados para mais dois anos, ou seja, as eleições de 2020 seriam adiadas para 2022 para deleito desses políticos.

Esse assunto é abordado pelo jornalista político, Adilton Dias m sua coluna eletrônica semanal no Patosonline.com.

 

Veja o vídeo:

 


Patosonline.com