Policial

Major Galvão diz que operação de combate a focos de incêndio em vegetação deverá durar por mais alguns dias

Ele disse que, apesar dos esforços, é basicamente impossível atender a todos os chamados com a mesma agilidade tendo em vista as dificuldades de cada localidade.

ÓTICAS GUIMARÃES

A reportagem do Patosonline.com conversou com o comandante do 4º Batalhão de Bombeiros Militar de Patos, Major Danilo Galvão, nesta terça-feira, dia 26, que fez um balanço da operação que vem combatendo focos de incêndio em vegetação nas regiões de São José do Bonfim, Mãe D’água e Capoeira, nas proximidades de Catingueira.

Major Galvão e equipe vem deliberando esforços para evitar a expansão dos focos de incêndio e coibir a degradação da vegetação com incêndios que, ao que tudo indica, podem estar sendo provocados pela ação humana. Ele disse que, apesar dos esforços, é basicamente impossível atender a todos os chamados com a mesma agilidade tendo em vista as dificuldades de cada localidade.

“À tarde, quatro pessoas da região da Capoeira ligaram solicitando o Corpo de Bombeiros para a localidade. E o incêndio no Bonfim voltou em um ponto que nós já tínhamos apagado, mais uma vez demonstrando a questão do incêndio provocado. Nós tínhamos trabalhando bem na região do Bonfim e nos concentramos na região de Mãe D’água, mas agora voltou na região de Bonfim novamente. Infelizmente não temos como dar conta de cada localidade, pois é uma área muito ampla e as solicitações são muitas”, afirmou Galvão.

Ainda segundo o comandante, ainda há muito trabalho pela frente, e devido ao que vem ocorrendo, de focos que já foram apagados estarem sendo reacendidos, o trabalho deverá seguir por alguns dias à frente.

“Nó atendemos por solicitação, mas não temos como estar na área que cada pessoa quer. Estamos nos desdobrando para tentar agilizar o combate aos focos. Ontem o nosso trabalho estava bem avançado, mas hoje, com esse novo fogo em um lugar em que as chamas já haviam sido debeladas, teremos mais alguns dias de trabalho pela frente”, lamentou Galvão.

Os focos de incêndios vêm sendo denunciados por moradores há cerca de 15 dias, período em que também se iniciaram as ações de controle e combate por parte das equipes do Corpo de Bombeiros de Patos.

Patosonline.com

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios