Mais dois candidatos do Sertão são condenados a pagar R$ 100 mil por aglomeração



Mais dois candidatos da Paraíba foram condenados a pagar multa de R$ 100 mil cada, por descumprirem medidas restritivas e causarem aglomerações em eventos de campanha.

O candidato da coligação Desenvolvimento com Sentimento, do município de São Bento, Galego Souza, do Progressistas, realizou no último domingo (01) uma carreata/comício, desobedecendo aos protocolos sanitários recomendados, uma vez que não cumpriu a obrigatoriedade do uso de máscaras corretamente, com o distanciamento social e as regras de higienização, causando aglomeração.

“Como se não bastasse o acontecido, o próprio candidato ‘incita’ seus apoiadores a irem ao local do evento, gerando tumulto e aglomeração, descumprindo as regras sanitárias, decisão judicial, e o próprio decreto público municipal que veda aglomeração de qualquer natureza”, frisa o promotor.

Já na cidade de Salgadinho o juiz eleitoral da 65ª Zona, Bruno Medrado dos Santos, condenou a Coligação “Salgadinho no Caminho Certo” a também pagar uma multa de R$ 100 mil por realizar eventos com aglomeração no município.

A coligação é encabeçada pelo atual prefeito e candidato a reeleição, Marcos Alves.

No dia 23 de outubro, o candidato realizou evento com uso de jingles da campanha, uso de adesivos e camisas, causando aglomeração, o que causou uma multa cuminatória.

Já no dia 25, houve descumprimento da decisão judicial havendo assim uma nova carreata com adesivaço, causando nova aglomeração.

PB Agora