Politica

Maioria dos partidos deixam convenções para última hora

ÓTICAS GUIMARÃES

A maioria dos partidos deixou para realizar convenção partidária amanhã, no último dia para a realização de convenções destinadas a deliberação sobre coligações e à escolha de candidatos a presidente e vice-presidente da República, governador e vice-governador, senador e respectivos suplentes, deputado federal e deputado estadual. Apesar disso, muitas siglas já anunciaram apoios aos dois principais pré-candidatos que disputarão o Governo da Paraíba, o senador Cássio Cunha Lima (PSDB) e o governador Ricardo Coutinho (PSB). Na disputa ainda figuram os nomes do senador Vital do Rêgo Filho (PMDB), Antônio Radical (PSTU), Tárcio Teixeira (Psol) e Major Fábio (Pros).

Até o momento, o senador Cássio Cunha Lima conta com apoio do PEN, PSDC, PMN, PRB, PSD, PPS, PTC, PTdoB e SD. Já o governador Ricardo Coutinho que tentará a reeleição teve a confirmação do apoio do PT, PCdoB, PV, PRP, PRTB, PSL, PHS, PPL e Democratas.

A mais recente adesão à pré-candidatura tucana partiu do vice-governador Rômulo Gouveia (PSD) que anunciou rompimento com o governador Ricardo Coutinho e aliança com o senador Cássio. Outra adesão foi do PTdoB anunciada pelo presidente do partido na Paraíba, o ex-deputado Genival Matias.

Já o Partido Social Democrata Cristão (PSDC), através do seu presidente estadual João Corujinha, oficializou as candidaturas proporcionais do partido, na sexta-feira, e decidiu por apoiar a pré-candidatura de Cássio de maneira unânime através do diretório.

O Partido da Mobilização Nacional (PMN), através do diretório estadual, presidido pela jornalista Lídia Moura, decidiu pelo apoio à Cássio. Lídia disse o PMN estava decidindo de acordo com o que ele se presencia atualmente na Paraíba que é a eleição de Cássio para governador.

Outro partido que também já realizou convenção e anunciou apoio a pré-candidatura tucana foi o PEN. Em seguida o Partido Ecológico Nacional (PEN) da Paraíba realizou convenção, onde também oficializou as candidaturas que vão concorrer às vagas na Assembleia Legislativa do Estado e à Câmara Federal. Na ocasião, também foi referendada a coligação com o PSDB para apoiar a pré-candidatura do senador Cássio Cunha Lima.

O PRB se reuniu em Campina Grande e também referendou a aliança com os tucanos nas eleições deste ano. De acordo com Jutay Meneses, a legenda ouviu lideranças de todas as regiões. “Foi de maneira unânime a decisão dos militantes em prol do nome de Cássio Cunha Lima. Por onde o partido realizou eventos, a decisão pelo apoio ao senador foi o ponto alto”, afirmou.

Outro que também se antecipou ao anúncio que será oficializado hoje durante convenção foi o SD presidido pelo deputado federal, Benjamin Maranhão. Segundo ele, Assim como no âmbito nacional, na Paraíba o Solidariedade também apoiará o PSDB com a pré-candidatura do senador Cássio. “Atualmente, o Solidariedade conta com 24 deputados federais. A estratégia é aumentar esse número, garantindo mais representatividade na Câmara”, destacou.

PSB conta com parceria de 9 partidos

O governador Ricardo Coutinho conta, até o momento, com apoio de pelo menos seis partidos. O apoio mais recente recebido pelo governador foi do PT, quando anunciado também a pré-candidatura de Lucélio Cartaxo para o Senado. Apesar da indicação da direção nacional petista recomendar apoio a pré-candidatura do PMDB, o PT paraibano garante que aliança com Ricardo será mantida.

Entre os partidos que já anunciaram apoio ao socialista, está o Partido da Pátria Livre (PPL) que também anunciou apoio a reeleição pré-candidatura do ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos, também do PSB, durante convenção partidária. “Vamos apresentar para o governador, junto com outros partidos que vamos nos aliar, a criação da secretaria do Trabalho na Paraíba. Isso vai fortalecer o desenvolvimento do Estado”, disse.

O PRP já havia anunciado que vai defender a reeleição do governador. Na ocasião, a presidente da legenda, Maria da Luz, disse que já recebeu o aval da direção nacional para a manutenção do apoio ao governador, e que deverá discutir a formação de uma coligação proporcional que garanta o crescimento do PRP na Assembleia Legislativa.

Mesmo sem ter realizado ainda convenção, o presidente do Democratas, Efraim Morais, já confirmou que mantém a aliança com o PSB. “Fazemos parte desse governo e vamos lutar para que essa administraçãocontinue”, disse.

O PSL presidido pelo deputado estadual, Tião Gomes, é outra legenda que fará coligação com o PSB para as eleições de outubro, acompanhado pelo PCdoB, PRTB, PV e PHS.

Alianças garantem maior tempo de TV

Na reta final para deliberação sobre coligações, os pré-candidatos ao Governo do Estado buscam o maior número de partidos para compor uma aliança que garanta um bom tempo de TV no guia eleitoral. Considerada a principal arma eleitoral, o tempo dos candidatos ao Governo do Estado neste ano está indefinido.

Até agora, os pré-candidatos Cássio Cunha Lima e Ricardo Coutinho apresentam as maiores composições de força. O pré-candidato Vital do Rêgo ainda costura alianças para o pleito desse ano. Já os pré-candidatos Major Fábio, Tárcio Teixeira e Antônio Radical terão chapa puro-sangue, sem apoio de outras siglas.

O senador Cássio Cunha Lima conta para a eleição deste ano com apoio do PEN, PSDC, PMN, PRB, PSD, PPS, PTC e SD. Essa composição de força garante ao tucano, por enquanto, mais de cinco minutos do tempo de TV. Na aliança tucana, além do próprio PSDB o partido que mais conta com tempo é o PSD com 1’51’’ (um minuto e cinquenta e um segundos).

Já o governador Ricardo Coutinho que tentará a reeleição teve a confirmação do apoio do PT, PCdoB, PV, PRP, PRTB, PSL, PHS, PPL e Democratas. Esses partidos garantem ao socialista um tempo superior aos cinco minutos. Nessa relação de forças aliadas, o PT é o partido com maior tempo de TV, superando até mesmo o PSB. Os petistas dispõem de 3’03’’ (três minutos e três segundos) enquanto que os socialistas têm 1’08’’ (um minuto e oito segundos).


Correio da Paraíba


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo