Luiz Couto vai a Pombal discutir os problemas do hospital da cidade



A Assessoria de Imprensa do deputado federal Luiz Couto (PT) distribuiu nota na manhã desta terça-feira (12) na qual demonstra preocupação com os fatos políticos que cercam a administração do Hospital Distrital de Pombal, que vinha sendo mantido com recursos próprios da Prefeitura Municipal, e que, segundo o parlamentar, teria sido profundamente prejudicado no último dia 8 por medida adotada pelo governo do Estado.

A medida governamental foi publicada na edição do Diário Oficial de 8 de maio e traz nomeações de supostos correligionários do deputado Abmael Lacerda (Verissinho) – aliado do Governo – em substituição aos ocupantes de cargos comissionados que prestavam serviços naquela unidade hospitalar (Decreto Governamental nº 30.225, publicado no Diário Oficial do Estado, em 18 de fevereiro de 2009, que trata da exoneração dos prestadores de serviço), provocando a descontinuidade na prestação de serviços de atendimento à saúde da população de Pombal e região.

Na opinião do deputado, "esta intervenção política atenta contra o processo democrático de municipalização da saúde em Pombal, que conquistou a Gestão Plena em saúde desde 2005 e vinha pleiteando a gestão deste importante equipamento para a promoção da saúde e do bem estar dos nossos irmãos pombalenses", declarou no documento enviado à imprensa local.

Ainda em nota, o deputado convida a comunidade local e de cidades vizinhas a discutir esses e outros assuntos em uma audiência pública a ser realizada no próximo sábado, dia 16, em hora não divulgada.


Assessoria