Liminar garante que prefeito de Esperança fique no cargo



O juiz Lira Benjamin Torres, do Tribunal Regional Eleitoral, acatou cautelar impetrada pelos advogados Jonhson Abrantes e Edward Abrantes, suspendendo os efeitos da decisão da juiz da 66ª Zona Eleitoral, Jailson Shizue Suassuna, que cassou o mandato do prefeito Nóbson Pedro de Almeida, o Nobinho (PTB).

De acordo com a sentença de Lira Benjamin, o prefeito Nobinho vai permanecer no cargo até que haja uma decisão definitiva sobre o processo referente à sua cassação, por parte do Tribunal Regional Eleitoral.

A decisão do juiz Jailson Shizue Suassuna teve por base denúncias do adversário de Nobinho derrotado no último pleito municipal, Anderson Monteiro, filho do deputado estadual Arnaldo Monteiro, dando conta de possível compra de votos do vitorioso nas eleições municipais.

A defesa do prefeito Nobinho, tendo à frente os advogados Jonhson Abrantes e Edward Abrantes, assegura que são improcedentes as denúncias e que terão condições, na instância do TRE, comprovar a inocência de seu cliente.

PB Agora