Lenildo paga Saúde e pede para secretária de educação permanecer no cargo



O prefeito interino de Patos, Lenildo Morais, disse em entrevista na rádio Arapuã, na manhã desta quarta-feira (14), que o pagamento  da folha de agosto da Saúde será efetivado ainda hoje e que trabalhará para que  até o final deste mês possa divulgar um calendário de pagamento dos servidores públicos.

 A ideia, conforme Lenildo, é possibilitar o recebimento  dos salários dos servidores municipais absolutamente em dia e dentro do mês trabalhado.

Transporte

Lenildo adiantou que já determinou a abertura de licitação para contratação de empresa de transporte coletivo para a população de Patos para que o mais breve possível a cidade possa contar com o serviço. 

O prefeito interino disse, ainda, que as primeiras medidas em relação à  Superintendência de Transporte e Trânsito de Patos – STTrans foi a suspensão da liberação de alvarás tanto para mototaxistas como taxistas.

Uma das reivindicações dessas categorias foi a de uma revisão do setor, uma vez que o número de pessoas registradas nesses segmentos em Patos é superior ao de Campina Grande, que possui o triplo da população patoense.

Outra medida anunciada pelo prefeito Lenildo foi a organização em relação ao fornecimento de combustível, uma vez que vários setores, principalmente saúde e educação, estavam com veículos parados por falta de abastecimento.

Educação

Quanto à Secretaria de Educação, Lenildo informou que a atual secretária Adalmira Marques permanecerá no cargo. “Eu pedi para ela ficar mais um pouco porque temos convênios e ações que são imprescindíveis para o andamento da pasta”, revelou.

Servidores

Os secretários devem entregar ainda hoje a Lenildo um relatório sobre os servidores de cada pasta. Os comissionados que exercem suas funções com responsabilidade e de forma colaborativa continuarão trabalhando, de acordo com Lenildo.

“Independente da posição política, quem estiver  trabalhando e colaborando com o município permanecerá. Mas aqueles que não trabalham e estão boicotando nossas ações serão sim tirados para que a gente possa economizar para investir na cidade”. Lenildo disse também que está valorizando os servidores efetivos e aqueles de carreira estão sendo indicados para assumir cargos administrativos.

Auditoria

Todas as obras passarão por auditoria, em especial as obras das Unidades de Pronto Atendimento – UPAs e do Canal do Frango. Lenildo disse que solicitará ao Tribunal de Contas do Estado – TCE e à Controladoria Geral da União – CGU apoio nesse sentido.

“Recebi, inclusive uma notificação do Ministério Público da Paraíba pedindo o cancelamento de contratações temporária, através de seleção pública,  pela gestão anterior em pleno período eleitoral”, ressaltou.

 

 

 

 

Luciana Rodrigues

Assessoria de Imprensa