• Dra Milena
Politica

Lenildo Morais participa de encontros com artistas locais, em Campina Grande

ÓTICAS GUIMARÃES

O pré candidato a deputado estadual pelo Partido dos Trabalhadores (PT), Lenildo Morais, participou de um encontro com artistas locais, na noite desta quarta-feira (06), em Campina Grande. O objetivo do encontro foi de fortalecer pré candidaturas a deputado estadual e federal, na região da Borborema.

Ao lado do músico e pré candidato a deputado estadual pelo PT, Cabelinho do Porto, Lenildo fala sobre a importância da representação da classe artista na política. “Esse artista é um grande defensor da cultura popular e tradicional e é pré candidato a deputado estadual”, declarou.

O artista e pré candidato Cabelinho reafirmou a parceria e também falou sobre o intuito de apoiar a classe artística. “A gente só tem a agradecer. Pela primeira vez me coloco como pré candidato a deputado estadual e quero apoiar os artistas e apoiar também a candidatura de Lenildo, pois a Paraíba precisa de deputados honestos”, afirmou o artista.

Também presente no momento junto a Lenildo, esteve a cantora e ativista cultural , Márcia do poderio, que reafirmou apoio ao pré candidato.

*A Classe Artística e o Partido dos Trabalhadores *

O PT acredita que o setor cultural não pode ser tratado como vem sendo e propõe criação de comitê da cultura como parte do próximo governo.

Um dos setores mais atacados pelo governo de extrema-direita implementado pelo atual governo, a cultura deve ser valorizada por ser essencial na construção de um país mais democrático.

No encontro com a classe artística no Rio de Janeiro, em junho de 2021, Lula fez um convite. “É preciso que vocês ajudem a reconstruir este país. É preciso que a gente veja a cultura como uma indústria de produzir cultura e riqueza neste país. A gente não pode achar que colocar dinheiro na cultura é gasto. Porque é a maldita mania: tudo que se dá pro rico é investimento, tudo que se dá pro pobre é gasto. Tudo que se dá pro rico é investimento, tudo que se dá pra educação é gasto. Mas quanto mais investirmos na cultura, mais ajudaremos o povo a defender seus direitos e a fazer uma revolução democrática e pacífica”, pregou.

Palloma Pires – Jornalista e Comunicadora Popular


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo