• Dra Milena
Politica

Lenildo Morais cumprirá agenda em João Pessoa com visitas aos profissionais da saúde

ÓTICAS GUIMARÃES

O candidato a Deputado Federal Lenildo Morais (PT-PB) cumprirá, nesta sexta-feira (09), agenda na capital paraibana, João Pessoa. Na pauta, Lenildo reforçará as prioridades da saúde.

“Estarei na próxima sexta-feira (09), em João Pessoa, em visitas aos profissionais da saúde. O nosso foco é o fortalecimento do SUS”, destacou.

O candidato reforça ainda o discurso sobre o aumento de recursos públicos, o fomento às políticas norteadoras de gestão em saúde em âmbito estadual e municipal, como também, a defesa dos trabalhadores de saúde, na Câmara Federal.
 
ATENÇÃO BÁSICA

Sobre o Fortalecimento da Atenção Primária à Saúde, a Atenção Básica, o candidato pontua:
 

  • Apoio e fomento aos princípios da atenção primária (acesso, vínculo, integralidade e coordenação do cuidado);
  • Apoio e construção de políticas de fortalecimento das residências em saúde (Multiprofissional em saúde da família e em Medicina de Família e Comunidade), estimulando a reestruturação dos espaços de aprendizagem e a fixação dos profissionais egressos dos programas nos municípios;
  • Valorização dos trabalhadores em saúde (técnicxs, enfermeirxs, odontólogxs, medicxs, agentes comunitários de saúde, psicólogxs, fonoaudiólogxs, educadores físicos, entre outros profissionais) defendendo de forma implacável às pautas desses profissionais;
  • Fomento às políticas que estimulem a equidade no SUS, ou seja, o incentivo aos cuidados em saúde para aqueles que mais precisam (exemplo: equipes de saúde completas em áreas de difícil acesso ou fixação de profissionais nesses locais);
  • Fortalecimento dos mecanismos de fortalecimento social do SUS;
     
    Lenildo Morais tem apresentado, com ênfase, as suas propostas sobre o uso da Cannabis Medicinal e a Saúde Mental.

“Como proposta, é urgente tratarmos sobre a defesa incondicional da reforma psiquiátrica, fortalecendo os CAPS, as redes de atenção em saúde mental (RASMs) e a Assistência Social. Precisamos investir no fortalecimento dos CRAS, estimular o seu protagonismo no cuidado em saúde dos pacientes em situação de vulnerabilidade social”, disse.
 
Mandato participativo na saúde

Para o candidato, é necessário a construção de comissão com técnicos, pacientes, trabalhadores de saúde e a votação por meio das Redes Sociais para formulação de leis em saúde de várias temáticas.

“Vamos construir uma comissão com todos os envolvidos e definiremos leis voltadas para a dignidade menstrual, saúde LGBTQIA+, acesso às medicações e cuidados oncológicos”, finalizou.

Palloma Pires – Jornalista e Comunicadora Popular


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo