Lenildo liga Dr. Ramonilson a Bolsonaro e Dinaldo, fala em compor um polo político em Patos, além de opinar sobre Dinaldinho no MDB. Ouça



O ex-prefeito de Patos e pré-candidato a prefeito pelo Partido dos Trabalhadores, Lenildo Morais, quebrou o silêncio, e comentou os dois fatos marcantes da política local nos últimos dias; o lançamento da pré-candidatura do Juiz Ramonilson Alves (Patriota), e a ida de Dinaldinho para o MDB.

Sobre Dinaldinho, Lenildo disse que essa decisão, na avaliação dele, coloca o grupo de Dinaldo no páreo pela disputa da Prefeitura nas próximas eleições. O ex-prefeito acha que parte do eleitorado dos “Dinaldos” poderia migrar para o juiz Ramonilson, e isso fez com o referido grupo (Dinaldo) se ativasse na política local.

Lenildo ainda colocou no mesmo “barco” as pré-candidaturas de Dr. Érico, Dr. Ramonilson e Dinaldinho. Segundo ele, esses formam o campo conservador de Patos.

Com relação ao Juiz Ramonilson, Lenildo disse que a ideia da candidatura é pegar o eleitor de Bolsonaro. “O eleitorado de Bosolnaro agora já tem, de certa forma, alguém pra se identificar em Patos’, disparou ele.

Lenildo ainda disse que o Dr. Ramonilson sempre foi ligado politicamente a Cássio Cunha Lima e Dinaldo Wanderley: “Todo mundo sabe disse, na realidade ele está no mesmo campo”, disse ele.

Já na sua análise com relação ao Dr. Érico, Lenildo disse que o deputado tem um lanço familiar com Dinaldo, e sempre esteve ao lado do ex-prefeito de Patos (Dinaldo) em todas as eleições: “Historicamente foi assim”, disse.

Lenildo ainda se definiu como sendo do Campo Popular Democrático, onde colou também outras pré-candidaturas como Professor Jacob Souto, Edjane Araújo e Dr. Hebert Tirbutino. Ele acho que, se esses acima citados se unirem, poderão formar um polo político forte em Patos.

Ouça abaixo a fala de Lenildo:

Fala de Lenildo Morais

Patosonline.com   




Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal Patosonline.com não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.