Entrevista: Lenildo diz que priorizará Saúde e Emprego, destravará Centro de Zoonoses e criará Parque de Eventos



O candidato a prefeito pela coligação Sou Patos, Lenildo Morais, disse em entrevista ao programa Radar, da Rádio Espinharas, neste sábado (3) que dará prioridade à Saúde e a Geração de Emprego e Renda e que irá destravar a implantação do Centro de Zoonoses, que, de fato, ainda não existe.

Outra ação divulgada por Lenildo será a criação de uma Parque de Eventos para a realização do São João e de outros eventos da cidade que terá o nome de Dinaldo Wanderley. Segundo Lenildo será uma homenagem justa por Dinaldo ter criado o São João de nossa cidade com a grandiosidade que vivenciamos.

Lenildo disse, ainda, durante a entrevista, que tem experiência de gestão, pois já passou por diversos órgãos federais e estaduais com competência e aprovação dos órgãos fiscalizadores. Ele reiterou que sua experiência será voltada para fazer de Patos uma cidade desenvolvida e melhor para todos os habitantes.

Em relação à Saúde, ele disse que a prioridade será o povo de Patos e que em cem dias irá concluir e abrir a UPA do Jatobá, assim como fez em relação à UPA do Campo da Liga, que abriu dentro desse período.

Quanto à implantação do Centro de Zoonoses, ele disse que irá de fato fazê-lo existir, além de reativar o castramóvel, e criar um centro de castração em parceria com a UFCG. Lenildo fará ainda uma campanha de adoção junto à população para que a sociedade ajude a solucionarmos o problema.

Questionado sobre a participação de outros partidos de sua coligação em sua gestão, quando eleito, Lenildo disse que todos que contribuírem para sua vitória contribuirão também com a gestão, mas será obedecido o critério técnico.

Em relação à gestão, Lenildo disse que irá reduzir o número de secretarias para economizar e investir em emprego e renda. Nessa redução de secretaria entrará uma questão importante que é a paridade de gênero na gestão, ou seja, metade das secretarias serão geridas por mulheres e metade por homens.

A redução das secretaria, conforme Lenildo, irá gerar a economia em torno de R$ 130 mil por mês e mais de um R$ 1 milhão por ano. O que em quatro anos, gerará uma economia de mais de R$ 5 milhões para serem investidos no desenvolvimento da cidade de Patos.

Quanto à transparência pública, Lenildo disse que a população acompanhará os gastos da Prefeitura através de aplicativo do celular. “Teremos uma gestão transparente para que a população possa ter um controle social”, disse.

“Vamos criar um aplicativo utilizando a tecnologia que temos hoje para que as pessoas possam acompanhar os gastos da Prefeitura, quanto é arrecadado de impostos e como está sendo gasto”, explicou.

Veja abaixo o vídeo completo da entrevista:

Assessoria