Justiça manda prender sobrinho e outros dois suspeitos pela morte de Expedito Pereira



A Justiça da Paraíba decretou a prisão, nesta quarta-feira (16), do sobrinho e mais duas pessoas suspeitas da morte do ex-prefeito de Bayeux, no dia 09 de dezembro de 2020. O mandato foi expedito nesta quarta-feira (16) pelo juiz Marcos Willian de Oliveira, da 1ª  Vara do Tribunal do Júri de João Pessoa.

Ricardo Pereira é sobrinho de Expedito e juntamente com Gean Carlos da Silva Nascimento e Leon Nascimento dos Santos, são suspeitos de participar da morte do ex-prefeito de Bayeux.

Segundo a apuração, Gean Carlos trabalhou na campanha de Ricardo ao cargo de vereador nas eleições de 2020 em Bayeux. Já Leon, era amigo da dupla, e está preso desde sábado (12), só que pelo crime de estelionato.

Blog do Ninja