Justiça determina que deputada Estela seja levada para Presídio Júlia Maranhão em JP



O juiz Adilson Fabrício, responsável pela audiência de custódia da Operação Calvário, informou que a deputada estadual Estela Bezerra (PSB) será encaminhada para o Presídio Feminino Júlia Maranhão.

A parlamentar ainda aguarda a decisão de desembargador Ricardo Vital, relator do processo, sobre o funcionamento da decisão da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) em revogar sua prisão preventiva.

“Só quem tem competência para definir sobre isso é o desembargador e isso deve acontecer até o final da tarde”, disse o magistrado.

Mais cedo, ao ser questionada, a deputada contestou o motivo de sua prisão.

“Saber [motivo da prisão] eu sei, porque fui informada e li durante o período em que eu estava detida, eu li os autos que me levaram ser presa. Entendi porque estão me acusando, mas não entendi porque estou aqui”, disse Bezerra.

Durante a audiência, Estela e a defesa questionaram junto à Justiça o porquê dela ainda não ter sido solta após a decisão da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) em revogar a prisão da parlamentar.

“Quero fazer algumas observações. Como deputada tenho o direito de ser julgada pelos pares, a quem eu quero agradecer”, disse.

O magistrado disse, porém, que o desembargador Ricardo Vital, relator do processo, já foi notificado da decisão do parlamento e caberá a ele definir o momento da soltura de Estela ou não.

Veja o momento em que a deputada chega para audiência de custódia:

Maispb




Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal Patosonline.com não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.