Justiça arquiva pedido de perda de mandato contra Marcos Eduardo



A justiça eleitoral resolveu arquivar ontem, terça-feira (19/02), o processo 1849, que trata sobre o pedido de perda de mandato, do presidente da Câmara Municipal de Patos, vereador Marcos Eduardo (PMDB).


 


O pedido tinha sido impetrado pelo suplente de vereador, Josimar, que alegava infidelidade partidária. A exemplo de outros pedidos, feitos no estado da Paraíba, esse processo foi arquivado.


 


Em contato com a redação do patosonline, Marcos Eduardo afirmou que já esperava por tal decisão e desde o início estava tranqüilo, pois a sociedade patoense sabia os reais motivos pelos quais abandonou o ex-partido.


 


A resolução 22.610, de 25 de outubro de 2007, editada pelo Tribunal Superior Eleitora – TSE, estabelece no seu Artigo IV, que fica justificada a troca de partido, caso haja “grave discriminação pessoal”. Segundo o presidente esse foi o real motivo da sua mudança de partido.


 


Marcos Oliveira