• Dra Milena
Policial

Jovem morto no Hospital de Patos já havia dado entrevista para o repórter Fábio Diniz; veja

ÓTICAS GUIMARÃES

O jovem Carlos Henrique, mais conhecido por Boquinha, morto a tiros na madrugada desta terça-feira, dia 11, por volta das 02h30, dentro do Hospital Regional de Patos, já era um velho conhecido da área policial com uma ficha criminal por diversos crimes.

Tempos atrás, ele havia sido preso pela Polícia Civil por roubo de uma moto. Na carceragem da Delegacia Central, ele foi entrevistado pelo saudoso repórter Fábio Diniz – A Metralhadora da Notícia. Acompanhe:

O crime

Boquinha foi executado na ortopedia onde estava se recuperando de uma tentativa de homicídio ocorrida em Patos no dia 31 de dezembro de 2021, no bairro Jatobá, na Zona Sul, nas proximidades do Cinquentinha Lanches, por volta das 20h.

O assassino teria entrado pela capela existente que fica vizinha do Centro de Hemodiálise, que faz parte do Complexo Hospitalar Regional, caminhou pelos corredores e chegou até a ortopedia onde estava a vítima.

O assassino não se intimidou diante da presença de outros pacientes, certificou-se que o jovem alvo estava lá, e fez vários disparos contra a vítima que estava na maca e sem chances de defesa.

Outros dois idosos estavam nas macas vizinhas e presenciaram o momento de terror.

Não está esclarecido ainda como o algoz conseguiu entrar no Hospital sem nenhuma interferência e como conseguiu sair sem ser preso ou identificado.

Câmeras de segurança instaladas nos corredores devem mostrar a movimentação do criminoso ousado dentro do órgão.

De acordo com informações, essa é a segunda vez que algo semelhante acontece no Hospital Regional de Patos.

Portal 40 Graus


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo