• Dra Milena
Destaques

Jovem cantor patoense, Paulo Victtor, lançará música autoral em breve nas plataformas digitais. VÍDEO

O jovem agora começa a dar os primeiros passos na sua carreiro artística e está com um projeto musical em parceria com o cantor e compositor patoense, Pedro Carpelli.

ÓTICAS GUIMARÃES

No final do mês de junho, a história do adolescente Paulo Victtor, de 15 anos, ganhou repercussão em toda a cidade de Patos e região, como também no Brasil. Na época, o jovem que catava latinhas para ajudar a família, chegou em um grupo de amigos que estava reunido na calçada de casa e relatou o sonho que tinha de se tornar cantor profissional, pedindo uma oportunidade de cantar uma música. O vídeo bombou nas redes sociais, alcançando mais 190 mil visualizações aqui no Patosonline, e mudou por completo a vida do garoto.

Mais de um mês depois, o jovem agora começa a dar os primeiros passos na sua carreiro artística e está com um projeto musical em parceria com o cantor e compositor patoense, Pedro Carpelli. Paulo Victtor lançará em breve a música autoral inédita, intitulada “Saudade Grande”, que estará disponível em todas as plataformas digitais.

Paulo conta que a expectativa é grande para o lançamento do projeto e disse que o sentimento é de gratidão ao povo de Patos que abraçaram a causa e ajudaram nessa campanha, e em especial ao Pedro Carpelli, que o presenteou com a música de trabalho.

Arthur Ramalho, responsável por gravar o vídeo e divulgar a história do garoto, comentou sobre a proporção na qual tudo se tornou: “A gente fica lisonjeado por participar desse projeto, que tomou uma proporção tão grande que a gente não esperava. E é isso, a gente só deseja muito sucesso pra Paulo Victtor e que a gente tá junto nessa caminhada”, disse.

Veja abaixo o vídeo de divulgação da música inédita:

Confira a história do garoto abaixo:

Jovem patoense de 15 anos sonha em ser cantor profissional para ajudar a família que está passando por necessidades. Vídeo

Matéria por Patosonline.com


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo