Joubert responde questionamento e diz que não era ético assumir vaga de plantão da UPA 24 horas. Ouça



Uma pergunta um tanto curiosa pegou de surpresa os médicos Ivanes Lacerda e Umberto Joubert, respectivamente prefeito interino e secretário de Saúde, depois que a UPA 24 horas passou este último domingo (01) interditada pela ausência de médico e outros profissionais.

A indagação questionou os dois gestores provocando-os a responder por qual motivo um deles não se dispôs a trabalhar na UPA para evitar a interdição do por parte do CRM.

Joubert disse que ele e o prefeito interino Ivanes têm suas funções e não poderiam entrar numa escala médica na qual eles não fazem parte. Portanto, garantiu que foi mais prudente informar o fato da escala sem médico ao CRM, que de prontidão emitiu a interdição de forma ética e de acordo com a situação.

Ouça mais detalhes na entrevista que segue.

Matéria por Patosonline.com

Áudio – Higo de Figueiredo (Rádio Espinharas)

error0
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com