Politica

Justiça suspende Projeto de Lei que aumenta os subsídios do prefeito, vice-prefeito e dos secretários municipais

O vereador eleito Josmá Oliveira, (Patriota), comemorou a negativa da juíza da 4ª Vara Mista da Comarca de Patos, ao embargo declaratório protocolado pela presidente da Câmara Municipal de Patos, Tide Eduardo, que manteve a medida liminar que impede a votação do Projeto de lei que aumenta os subsídios do prefeito, vice-prefeito e dos secretários municipais nos próximos quatro anos.

Josmá considerou uma vitória do povo de Patos e enfatizou que o projeto precisaria ser protocolado 24 horas antes da última seção legislativa da Câmara de Vereadores que acontece nesta quinta-feira, 17.

“O povo de Patos segue vitorioso, a votação continua barrada e como na data de hoje é a última sessão, não dá mais tempo votar hoje”, disse Josmá Oliveira.

Ao rejeitar o embargo declaratório, a juíza Vanessa Moura Pereira Cavalcanti, da 4º Vara Mista de Patos, manteve suspenso o projeto de lei ou qualquer projeto que verse sobre aumento ou fixação do subsídios do prefeito, vice-prefeito ou secretários, para a legislatura 2021 a 2024

Josmá Oliveira agradeceu ao vereador Capitão Hugo, (PSL) e acredita na manutenção da decisão nas instâncias superiores do poder judiciário, gerando uma economia significativa para os cofres do município. Ouça;


Por Genival Junior – Patosonline.com

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
close