Irmã diz que advogado sertanejo morto pela polícia, foi brutalmente assassinado, sem chances de defesa, sem chances de se identificar



A jovem Gabriela Moura falou sobre o caso envolvendo seu irmão, Gefferson de Moura Gomes, de 32 anos, que foi assassinado a tiros por policiais de Sergipe na noite da terça-feira (13) em Santa Luzia, Sertão da Paraíba.

A vítima que é natural de Cajazeiras aqui no Sertão, estava passando pelo local em um carro quando foi abordado e alvejado a tiros pelos policiais.

Emocionada, Gabriela falou que a família vai buscar justiça para identificar quem praticou o crime contra seu irmão:

Gabriela Moura falou sobre a brutal morte do irmão na TVDS

“Ele foi brutalmente assassinado, sem chances de defesa, sem chances de se identificar. Nós vamos lutar até o fim, queremos o nome desse assassino chamado de policial”, destacou.

A jovem também revelou que o irmão estava viajando de João Pessoa para cuidar do pai Geraldo Magela que estava com COVID-19 em Cajazeiras, Sertão do Estado.

Gefferson Moura, 32 anos, deixou uma filha e esposa. (Foto: Reprodução)

“Quando foi as 03h da manhã recebi a ligação do meu esposo informando que o delegado de Santa Luzia tinha entrado em contato informando o ocorrido. Eu sei que nada vai trazer o meu irmão de volta, mas queremos justiça, meu irmão era um homem bom e justo e não merecia isso que fizeram com ele, forjaram a cena e colocaram uma arma, isso não vai ficar impune de forma alguma”, finalizou.

Diário do Sertão