Regional

Internauta relata descaso e abandono com casarão do ano de 1826 que deu início a história do município de São José de Espinharas

O atual atual prefeito, em conversa informal, mostrou-se preocupado e com o interesse de realizar o serviço, porém, isso só é possível com a autorização do IPHAN.

ÓTICAS GUIMARÃES

Uma internauta residente no município de São José de Espinharas, na Região Metropolitana de Patos, utilizou suas redes sociais para fazer um relato sobre a triste situação na qual se encontra a Casa Grande da Fazenda São José, construída em 1826 e que deu início a história do município.

De acordo com Nayara Wanderley, o prédio foi tombado como patrimônio histórico pelo IPHAN, mas desde então nada se fez e segundo o relato da internauta, a construção está “esfarelando” e se desfazendo um pouco mais a cada época de chuva.

O seu temor é que com a chegada de mais um período chuvoso, o casarão não resista e venha abaixo. Segundo ela, a restauração é da vontade de todos, inclusive do atual atual prefeito, que em conversa informal, mostrou-se preocupado e com o interesse de realizar o serviço, porém, isso só é possível com a autorização do IPHAN.

O instituto, no entanto, só apareceu no local na época do tombamento, é o que diz a internauta.

Veja o relato na íntegra:

O descaso com o patrimônio histórico.
A Casa Grande da Fazenda São José, construída em 1826, que deu início a história do município de São José de Espinharas, está esfarelando. Depois de muito esforço para que o tombamento como patrimônio histórico acontecesse, nada se fez e a cada época de chuva a casa se desfaz um pouco mais. Outro período de chuva se aproxima e temo que ela não resista. O atual prefeito, em conversa informal, mostrou-se preocupado e com o interesse na restauração, porém, nada pode fazer sem a autorização do IPHAN. Que apenas apareceu na época do tombamento. Enquanto isso, a história da “Casa Grande” vai se transformando em montes de entulhos.
A casa não não é apenas madeiras, telhas, tijolos e alvenaria. Ela é a história de um lugar, de uma família, de uma região, é a cultura de um povo, de uma época.

Confira abaixo as imagens feitas por Nayara e que mostram a real situação do casarão:

Por Patosonline.com


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo