“Infelizmente foi detectada alterações nas escalas”, diz secretário de Saúde sobre denúncia de plantões fictícios na UPA, em Patos



Concedendo entrevista ao programa Polêmica na noite desta terça-feira, dia 17, o secretário de Saúde do Município de Patos, Dr. Umberto Joubert, falou sobre a denúncia de possíveis escalas fictícias para beneficiar enfermeiros e técnicos de enfermagem na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Dr. Otávio Pires de Lacerda.

Dr. Umberto Joubert disse que assim que tomou conhecimento a denúncia determinou a criação de uma comissão para apurar o fato. Ele confirmou a existência de alterações nas escalas e lamentou tal procedimento que culminou com a abertura de sindicância.

A comissão foi formada pela Procuradoria do Município de Patos, pela Secretaria de Administração do Município, pelo Controle Interno, além da própria Secretaria de Saúde do Município de Patos. O secretário revelou que recebeu o levantamento nesta terça-feira e a apuração deverá apontar responsáveis pela alteração para beneficiar alguns de forma irregular. De acordo com Dr. Joubert, a documentação será também encaminhada ao Ministério Público Estadual (MPE).

Na denúncia, foi dito que: “A quantia recebida com os plantões fictícios é repassada para os envolvidos no esquema. Existem enfermeiros recebendo há alguns meses, salários bem acima do que recebem a grande maioria dos demais. A média salarial dos enfermeiros está entre 3 e 4 Mil Reais, mas os do esquema vem recebendo entre 9 e até 13 Mil Reaiis. Da mesma forma alguns técnicos recebem valores desproporcionais”.

“É um assunto muito delicado mesmo. Recebemos hoje o parecer por volta do meio dia…foi uma comissão que fez o estudo da denúncia. Foi detectado alterações. Alterações estas que devido a observância dessas alterações vai ser aberto um processo disciplinar, um processo de sindicância para apurar todos os responsáveis…essa comissão foi para detectar se realmente houve algum tipo de problema, algum tipo de erro e foi detectado. Não tenha dúvida que foi detectado…”, afirmou Dr. Joubert.

O Conselho Federal de Enfermagem (COFEN) também tomou conhecimento da matéria denunciativa e demonstrou interesse em acompanhar o caso que macula a categoria de enfermagem diante de esquemas para beneficiar alguns com escalas fictícias e dividir o dinheiro público adquirido irregularmente.


Jozivan Antero – Patosonline.com