Locais

Hospital Regional de Patos realizou 35 cirurgias e atendeu 161 pacientes na Urgência e Emergência no último final de semana

ÓTICAS GUIMARÃES

O plantão do último final de semana no Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro de Patos (CHRDJC) foi bastante movimentando, especialmente, no que diz respeito a realização de procedimentos cirúrgicos e atendimentos na Urgência e Emergência da unidade.

Entre as 18h do dia 18 e até a meia noite do domingo (20), o hospital realizou  35 cirurgias, sendo 11 de emergência e outras 24 eletivas e atendeu 161 pessoas. O maior número de atendimentos se deu no plantão do dia 19, quando 77 pessoas deram entrada na unidade. No dia 18 foram atendidas 25 pessoas e no domingo outras 59.

Os acidentes de trânsito foram responsáveis pelo atendimento de 23 pessoas, sendo 19 delas envolvidas em acidentes com motocicletas, outras três que sofreram ferimentos por causa de acidentes com bicicletas e ainda uma vítima de atropelamento. Dos 23 acidentados, dez precisaram ficar internados para observação e procedimentos na unidade por complicações diversas. A maior demanda de acidentados foi da cidade de Patos, com oito registros, seguida das cidades de Desterro e Malta, com três vítimas em cada município.

Das 35 cirurgias realizadas, 16 procedimentos foram de Ortopedia, seguida de cirurgias oncológicas, num total de 14, e mais cinco cirurgias geral. Na Urgência Emergência, além dos casos envolvendo os acidentados com motos, os demais principais motivos dos atendimentos da unidade no último final de semana foram de pacientes com queda da própria altura, dor abdominal, dificuldade de respirar,contusões diversas, acidentes com animal peçonhento ou raivoso, entre outros motivos.

O diretor geral do Complexo, Francisco Guedes, afirma que o plantão do final de semana, mesmo com esse número de cirurgias, esteve abaixo dos padrões médios de atendimento da unidade. “Até tivemos menos atendimento que nos finais de semana anteriores e penso que isso já é reflexo da conscientização das pessoas que estão percebendo o aumento do número de casos de Covid e estão restringindo saídas e até viagens”, diz o diretor, lembrando que o Complexo de Patos é referência para cerca de 60 municípios do sertão paraibano, inclusive, para casos de coronavírus.

Assessoria

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo