Hospitais israelenses podem ter encontrado a cura para o COVID



Pesquisadores do Hospital Ichilov de Tel Aviv anunciaram resultados positivos em pesquisas para a cura do COVID-19.

Testes preliminares mostram que 29 de 30 pacientes em estado grave, infectados com o vírus, que receberam um medicamento, denominado EXO-CD24, tiveram uma recuperação completa em cinco dias. Tratamento semelhante foi anunciado pelo Hadassah Medical Center.

O professor Nadir Arber, do Centro Integrado de Prevenção do Câncer do Hospital Ichilov, testou o medicamento que vem desenvolvendo em pacientes em estado moderado e grave, com um resultado positivo de 95%. Arber diz que o EXO-CD24 é barato e eficaz e deve ser administrado uma vez ao dia, durante cinco dias. Dos 30 pacientes que receberam o medicamento, 29 mostraram uma melhora acentuada em dois dias e tiveram alta do hospital três a cinco dias depois.

Após esses resultados positivos, o hospital apelou ao Ministério da Saúde para solicitar a extensão da pesquisa. Atualmente não há drogas para corona no mundo, e esse desenvolvimento certamente entusiasma o mundo científico e médico.

O Hospital Hadassah, de Jerusalém, administrou a 21 pacientes em estado crítico um outro medicamento, chamado Allocetra. De acordo com os médicos, 19 pacientes se recuperaram em seis dias e tiveram alta do hospital em média após oito dias.

A droga foi desenvolvida pelo professor Dror Mevorach, diretor do Centro de Pesquisa de Reumatologia e Medicina Interna.

Foto: fernando zhiminaicela (Pixabay)