Policial

Homens em motocicleta assaltam e aterrorizam jovens em Patos

ÓTICAS GUIMARÃES

Dois indivíduos em uma motocicleta, tipo mobillete, levaram pânico a um agrupo de jovem que conversavam na calçada de uma residência, localizada no bairro Jardim Guanabara em Patos na noite de ontem (quinta-feira).

 

A informação foi divulgada dentro do programa Cidade em Debate, na rádio 102 FM de Patos, na tarde desta sexta-feira (02/05). Durante o programa um pai de uma das vítimas ligou indignado, pedindo mais proteção policial para o bairro. Ele fez questão de narrar o fato.

 

Segundo suas palavras, era por volta das 20h30m, quando um grupo formado por cerca de oito a dez jovens, incluindo meninos e meninas conversavam na calçada, quando dois homens jovens pararam em uma mobillete. O garupa desceu sacou um revolver a anunciou o assalto. “Ele gritou em voz alta que aquilo era um assalto e que se alguém reagisse levava bala”, declarou o pai.

 

O rapaz segurava o revolve em uma das mãos, enquanto com a outra recolhia os objetos das vítimas. Foram levados, (segundo relatos do senhor que ligou para emissora de rádio), cinco (5) aparelhos celulares, uma câmera fotográfica digital, além de outros objetos.

 

Durante a ação os jovens permaneceram imóveis, porém quando o delinqüente, recolheu os objetos, subiu na motocicleta, e antes de sair, efetuou um disparo em direção das vítimas, porém felizmente, ninguém foi atingido. Após essa ação eles fugiram em alta velocidade.

 

Logo após esse pai ligar, várias outras pessoas também ligaram para emissora confirmando o fato e narrando detalhes da ação criminosa. Uma ouvinte enviou um e-mail para redação da rádio, pedindo que seu nome não fosse divulgado. Ela afirmou que era uma das vítimas, e que reconheceu um dos assaltantes. “reconheci o rosto dele, ele mora na Rua do Meio aqui em Patos”, narrava o e-mail.

 

As pessoas aproveitaram para pedir que o comando do 3º BPM envie rondas com mais freqüência para o bairro, haja vista, os inúmeros assaltos que vêm ocorrendo em ruas e artérias do Jardim Guanabara.

 

Marcos Oliveira         

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo