Homem acusado de matar ex-namorada em Itaporanga é absolvido pelo Tribunal do Júri



Em sessão de julgamento realizada nesta quinta-feira, 14, e presidida pela juíza Brenna Brito, o Tribunal do Júri da comarca de Itaporanga absolveu o réu João Henrique Neto, conhecido com Dedé Veneno, que respondia preso por um feminicídio, ou seja, era acusado de matar sua ex-namorada. O crime ocorreu em 10 de fevereiro de 2018.

A vítima, Geralda Olegário da Silva, então com 51 anos e cirugiada, foi morta dentro de sua própria residência, que ficava em um beco da Avenida Padre Lourenço, centro de Itaporanga.

Apontando como autor do crime, João Henrique foi preso meses depois fora da Paraíba e ficou recolhido à cadeia de Itaporanga até esta quinta-feira, quando foi absolvido pelo júri e posto em liberdade. Em sua defesa, atuou o advogado Clebson Wellington.

O promotor Edmilson Filho, que pediu a condenação do réu durante o julgamento, poderá recorrer contra sua absolvição.

Dedé havia sido apontado como o principal suspeito. Após o crime, ele foi encontrado  na cidade de Bom Jesus das Selvas, no estado Maranhão, onde recebeu voz de prisão e foi trazido ao município itaporanguense para ficar detido na Cadeia Pública até o julgamento. 

Fonte – Vale do Piancó e Diamante Online

error0
Tweet 20
fb-share-icon20
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com