• Dra Milena
Policial

Guerra de facções: Em coletiva, Delegado Seccional reafirma segurança em Patos; ouça

ÓTICAS GUIMARÃES

Em entrevista coletiva na manhã desta quarta-feira, dia 5, o delegado seccional da Polícia Civil, Cristiano Jacques, concedeu informações detalhadas sobre a atual guerra de facções que vêm provocando medo na população. Apesar do sentimento do povo, o delegado assegurou que a segurança em Patos está garantida e as forças estão sob controle da situação.

O delegado negou que Patos esteja vivendo momento de insegurança e disse que os homicídios e tentativas pode ter a ver com a guerra pelo domínio de áreas para o tráfico de drogas. São bairros que ficaram sem comando após a morte de chefes do crime e agora estão sob a mira de grupos criminosos. Apesar disso, ele reafirmou que a polícia está no comando e a população não tem o que temer.

“Bem, as investigações realizadas pela Delegacia de Homicídios e Entorpecentes de Patos estão sendo bastante proveitosas. É porque nós não podemos divulgar certas informações porque as investigações estão tramitando, mas as respostas já estão aparecendo. Como o Coronel Campos falou, recentemente nós tivemos três prisões, ontem cumprimos um mandado de prisão de um indivíduo bastante significativo para o crime de Patos. Essa onda que está havendo de confronto entre eles está sendo investigada. No momento oportuno, daremos a resposta para que possamos acalmar a situação e resgatar o sentimento de segurança que criaram de forma equivocada através das redes socais como se Patos estivesse em um momento de insegurança, mas não é verdade. As forças de segurança estão prontas, estão combatendo e a parte de inteligência está acontecendo para que possamos dar uma resposta”, disse Jacques.

Segundo ele, as imagens de armamento pesado publicadas por grupos de criminosos não são verdadeiras e pertencem a outras cidades. Para Jacques, os próprios bandidos visam amedrontar os opositores do crime organizado, a fim de impedir outros ataques.

“Esse tipo de armamento de grosso calibre é geralmente utilizado em assaltos a banco., principalmente o fuzil. Mas eles pegam imagens que não são daqui para tentar criar essa sensação de insegurança, mas tentam criar, a população acaba se deixando influenciar. A polícia gostaria muito que eles avisassem que estão com armas, mas eles não fazem isso. Nenhum bandido vai mostrar arsenal que tem, eles fazem isso com a finalidade de intimidar a oposição, mas sabemos que isso não é real”, esclareceu o delegado.

De acordo com Jacques, as polícias estão divulgando poucas informações para não comprometer as investigações, mas fez questão de destacar que o trabalho não parou em nenhum minuto.

“A polícia investiga essa situação, mas com a fase de conclusão será pedido medidas finais para tentar responsabilizar essas pessoas. É tipo uma estratégia para intimidar o grupo de oposição. A população de Patos pode ter certeza de uma coisa, as polícias estão trabalhando. Não é difícil deduzir que é uma guerra entre eles, pelo tráfico de drogas, são disputas por áreas”, afirmou o delegado.

Ainda segundo ele, a população não precisa ficar amedrontada e também não é bom acreditar em tudo que é postado nas redes sociais.

Ouça outros detalhes no áudio abaixo:

Patosonline.com

Áudio – Higo de Figueiredo (Rádio Espinharas FM, 97,9)


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo