Governo do Estado libera treinamentos, mas decisão final fica com as prefeituras



O Governo do Estado da Paraíba anunciou, na última sexta-feira (12), o plano ‘Novo Normal Paraíba’, que estabelece normas de orientação para a retomada gradual das atividades no estado. Entre as medidas assinadas pelo governador João Azevêdo (Cidadania), está a que libera os treinamentos de atletas profissionais, observando todas as normas de distanciamento social.

Apesar disso, a decisão final segue sendo das prefeituras. Em João Pessoa, o prefeito Luciano Cartaxo segue com o veto dos treinamentos de atletas profissionais. A previsão é que a retomada aconteça só no dia 29 de junho. Jogos profissionais só poderão acontecer, sem torcida, no mínimo 15 dias após a liberação dos treinos.

Dentro do Plano de Flexibilização, o esporte profissional permanece vetado no primeiro momento. No segundo momento, acontece a liberação dos treinos e no terceiro partidas sem torcida. Apenas no quarto momento, com novos protocolos a serem definidos, podemos ter a volta de jogos com público.

Plano de Flexibilização apresentado pela prefeitura (Foto: Divulgação)

Em Campina Grande, cidade sede de três clubes da primeira divisão estadual, os treinos também segue vetados por enquanto. Apenas no dia 29 de junho que atividades físicas ao ar livre estarão liberadas. Duas semanas depois, no dia 13 de julho, serão liberados todos os eventos de prática esportiva, incluindo jogos de futebol profissional. Em todas as etapas, claro, será preciso seguir as recomendações e protocolos sanitários, como testagem, uso de máscara e distanciamento social, quando possível.

O primeiro clube a se movimentar para voltar às atividades é o Atlético de Cajazeiras. A prefeitura municipal liberou o clube para treinamentos e a direção busca comprar testes no estado de São Paulo para atletas e comissão técnica. Já no início da semana os primeiros jogadores retornarão de suas cidades de origem para o sertão paraibano.

A Federação Paraibana de Futebol (FPF) ainda não se pronunciou sobre quando será a volta do Campeonato Paraibano e nem quais serão os protocolos sanitários para a realização das partidas. Um dos grandes impasses durante a reunião entre os clubes e federação é em sobre quem irá pagar pela testagem das pessoas envolvidas nos jogos.

Equipe @Vozdatorcida