Governador descarta renúncia e nega envolvimento na Operação Calvário



Em entrevista coletiva concedida na manhã desta segunda-feira (23), o governador João Azevêdo negou envolvimento nas ações que vêm sendo investigadas pela Operação Calvário, colocando-se, ainda, à disposição da justiça para esclarecer o que for necessário. Além disso, o governador afastou qualquer possibilidade de pedir a renúncia do cargo.

A hipótese de renúncia de João Azevêdo vem sendo especulada desde a deflagração da última fase da Operação Calvário. “Não tenho nenhuma preocupação em renunciar. Não farei isso, tenho respeito com as pessoas e com o compromisso que assumi”, garantiu o governador.

Clickpb