Governador da Paraíba faz balanço de ações do primeiro ano de gestão



O governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), apresentou na manhã desta quinta-feira (22) um balanço do seu primeiro ano de gestão. Em entrevista coletiva no Palácio da Redenção, sede do governo, ele relatou as principais ações feitas pela administração estadual desde janeiro. O governador garantiu que em 2011 o estado teve o maior investimento em obras dos últimos cinco anos.

Ricardo Coutinho destacou que do início do ano até o dia 16 de dezembro o estado investiu R$ 197 milhões em obras. De acordo com ele, isso representa um crescimento de 43, 6 % em comparação a 2010, quando houve um gasto de R$ 135 milhões. “Tivemos em 2011 o maior gasto em obras dos últimos cinco anos e isso em um ano depois de uma eleição que normalmente é considerado de desaceleração”, disse o governador paraibano afirmando que até o final do ano o número pode ultrapassar os R$ 200 milhões.

 

Segundo ele, na sua maioria, os investimentos em obras foram provenientes de recursos próprios da administração estadual. “O papel dos recursos próprios para o estado da Paraíba em 2011 foi fundamental, até porque tivemos menos convênios federais do que em outros anos”, completou Ricardo Coutinho.

 

Citando obras o governador enfatizou ações na área de recursos hídricos, de estradas, e também de habitação. “Retomamos as obras da adutora São José, que estava no Tribunal de Contas da União e era dada como perdida. Além da adutora São José, fizemos a 2º etapa da Adutora do Congo e estamos fazendo a (barragem) Nova Camará”, afirmou.

 

Com relação a estrutura viária, Ricardo disse que a Paraíba conseguiu um número que também pode ser considerado recorde, pois teriam sido construídos ou reformados 140 km de estradas em várias regiões do estado. “Em 2011 também assinamos 29 ordens de serviço para construção de novas estradas”, completou o governador.

 

Sobre a habitação ele disse que em 2011 foram entregues 423 casas e existe a expectativa para que até fevereiro outras 235 devem ser entregues. “Eu quero 2012 com maior rapidez para dar sequência a essas ações”, concluiu. 

 

Fonte: G1 PB