Gilvan aconselha Ricardo Coutinho concorrer ao Senado: “Para Governador ele perde”



O provável candidato a deputado Gilvan Freire, recém filiado ao PMDB e um dos primeiros aliados a abandonar o barco capitaneado por Ricardo Coutinho, pré-candidato do PSB ao governo do estado no pleito de 2010, previu nesta quarta-feira (14), em entrevista durante solenidade de inauguração da nova Feira da Prata, em Campina Grande, a derrota do socialista nas eleições do ano que vem.

Ao fazer uma avaliação do quadro político paraibano, Gilvan Freire garante que com a dança das legendas Ricardo Coutinho saiu derrotado: perdeu sete deputados, inclusive dois federais e diminuiu suas chances de alcançar uma vitória em 2010.

Gilvan Freire garante que o esfacelamento do arco de alianças que defende a candidatura de Ricardo Coutinho vai continuar. “Até o final do ano Ricardo vai ficar sem dois importantes partidos de sua base” , informa.

Gilvan Freire aconselha o prefeito da Capital a desistir, enquanto é tempo, de sua pretensão de chegar ao Palácio da Redenção e se candidatar a uma das duas vagas ao Senado. “Ele vai perder para Zé Maranhão devido à estrutura que o governador vem agregando”, disse.

De acordo com o Gilvan Freire, tido como um abalizado analista político, a derrota de Ricardo Coutinho nas eleições do ano que vem vai levá-lo para um vácuo político de difícil retorno à vida pública. "O Senado é a saída para Ricardo", insiste.

Fernado Rodrigues com informações de Clilson Júnior