Gilberto Carneiro e Coriolano Coutinho recorrem ao STJ para sair da prisão

Audiência de Custódia de Coriolano Coutinho. Foto: Maurílio Júnior/MaisPB



As defesas do irmão do ex-governador Ricardo Coutinho, Coriolano Coutinho, e o ex-procurador-Geral do Estado, Gilberto Carneiro, presos na última terça-feira (17) no âmbito da Operação Calvário, ingressaram com pedidos de Habeas Corpus no Superior Tribunal de Justiça (STJ) para tentar livrar os investigados da prisão. Eles foram encaminhados para o Presídio de Segurança Média de João Pessoa.

No caso de Coriolano, ss advogados Otávio Henrique Menezes de Noronha e Anna Carolina Menezes de Noronha Borelli, filhos do presidente do STJ, João Otávio de Noronha, assinam o pedido junto com outros advogados.

O clamor será analisado pela ministra Laurita Vaz, que integra a Sexta Turma do STJ. Além de Coriolano, Ricardo Coutinho, seu irmão, também ingressou com uma ação na Corte para tentar não ser preso, já que está fora do país, apesar de ser alvo de um mandado de prisão preventivo.

Já o pedido de Gilberto foi protocolado na manhã desta quinta-feira (19) e ainda não tem relator.

MaisPB




Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal Patosonline.com não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.