Politica

Gervásio rebate Mineral e alega que Maranhão não persegue adversários

"gevasio"


Com relação às acusações do deputado Antônio Mineral (PSDB) de que o governador José Maranhão estaria cooptando prefeitos de sua base em troca de convênios no valor de R$ 300 mil, o deputado Gervásio Filho (PMDB), líder governista na Assembleia Legislativa, respondeu que a oposição "está incomodada e aflita porque a atual administração estadual não vem perseguindo seus adversários e faz convênios para melhorar os municípios paraibanos, independente de quem seja o gestor".

Gervásio Filho acusou o ex-governador Cássio Cunha Lima (PSDB) e seu grupo político, o qual denominou de subservientes, de não ter celebrado parcerias e convênios com prefeitos e parlamentares que, na época, faziam oposição ao então governo tucano.

“O deputado Antônio Mineral e todo o seu grupo estão preocupados porque perseguiam, antes, seus adversários políticos, deixando, inclusive, de investir em municípios onde os prefeitos não rezavam na cartilha do então governador Cássio”, lamentou.

Gervásio citou como exemplo os convênios realizados com as Prefeituras de Catolé do Rocha e Sousa, que, segundo o parlamentar, mesmo fazendo oposição ao Governo Maranhão, não deixam de receber recursos para empregar em obras e ações que estão melhorando a qualidade de vida da população dos dois municípios do Alto Sertão paraibano.

Parlamentopb

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
close