Locais

Garoto de 4 anos encontrado em situação compatível com cárcere privado aqui em Patos, tem reagido bem ao tratamento. Confira

O caso não foi registrado hoje, mas sim no último dia 16 de setembro, conforme apurou nossa equipe. Segundo a equipe médica, ao longo desses pouco mais de 15 dias, o garoto tem ganhado peso e consegue urinar e defecar sem dificuldades.

ÓTICAS GUIMARÃES

Na manhã desta terça-feira, dia 04 de outubro, um fato que passou a circular nos veículos de comunicação chocou a cidade de Patos. O caso de uma criança de apenas 4 anos de idade, do sexo masculino, que foi encontrada extremamente debilitada e em situação compatível com cárcere privado, no bairro do Jatobá, setor sul de Patos.

O caso não foi registrado hoje, mas sim no último dia 16 de setembro, conforme apurou nossa equipe. O garoto foi internado na UTI do Hospital Infantil Noaldo Leite, em Patos, e a equipe do Patosonline.com entrou em contato com a direção da unidade hospitalar, que atualizou o quadro de saúde da criança.

De acordo com o que nos foi informado, o garoto deu entrada no hospital no dia 16, com um histórico de agenesia do corpo caloso, doença que ocorre quando as fibras nervosas que o compõem não se formam corretamente; atraso de desenvolvimento neuropsicomotor, ou seja, um atraso para o desenvolvimento de capacidades cognitivas, de socialização, motricidade ou comunicação, por exemplo; e desnutrição grave.

A criança foi internada com quadro de astenia (perda ou diminuição da força física), hiporexia (falta de apetite), e desidratação grave. De acordo com a equipe médica, neste momento, o paciente encontra-se afebril (sem febre), estável hemodinamicamente, sem desconforto respiratório e alimentando-se por sonda nasogástrica, que será retirada hoje, passando para dieta oral.

Ainda segundo a equipe médica, ao longo desses pouco mais de 15 dias, o garoto tem ganhado peso e consegue urinar e defecar sem dificuldades. O cateter venoso central foi retirado e a hidratação mantida por via oral, sendo suspensa a medicação antibiótica.

A criança vivia com a mãe em situação de vulnerabilidade extrema. A genitora sofre de problemas mentais e o pai teria falecido após problemas de saúde decorrentes do alcoolismo.

A família já residiu no bairro Mutirão e estava atualmente no bairro Jatobá, ambos na zona sul da cidade de Patos. O caso foi levado às vias judiciais, sendo acompanhado pela Curadoria de Infância e Juventude e Conselho Tutelar Municipal, com apoio da Secretaria de Saúde de Patos, que levou a criança até o Hospital Infantil.

Veja também – Após ser encontrada em situação compatível com cárcere privado aqui em Patos, criança é levada para a UTI do Hospital Infantil

Matéria por Patosonline.com


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo