Funcionário do SAMU de Catingueira denuncia perseguição por parte da gestão. Prefeito diz que desconhece



 O funcionário público Antônio Soares de Almeida, mais conhecido por Toinho que presta serviço no município de Catingueira-PB, procurou a reportagem do Blog do Jordan Bezerra, na tarde desta quinta-feira(20), para denunciar uma suposta perseguição por parte do prefeito Dr. Odir Borges, que o afastou do cargo pelo fato de Antônio não ser eleitor do município, segundo ele.

“Eu estou procurando a reportagem do Blog do Jordan Bezerra para buscar uma resposta do prefeito de Catingueira para esclarecer o meu afastamento. Eu fui contratado em um processo seletivo do município. Mas essa semana eu recebi uma carta dizendo que o meu contrato não iria ser renovado. Mas eu fui na administração e me disseram que não tinha problema e que seria renovado sim. Mas o secretário me ligou e mandou eu ir na secretaria para resolver minha situação, mas acabou que eu fui tirado sem justificativa, sem motivos”, denunciou o profissional.

De acordo com Toinho, ele não teve a seleção renovada porque se recusou a transferir o título eleitoral para o município, e por não poder votar no prefeito, foi afastado do cargo. Antônio disse ainda que só ele foi tirado da lista, e disse que não faz política para ninguém. Antônio também tem um irmão que vota em Catingueira, mas é de oposição ao prefeito, o que também pode ter motivado o seu afastamento.

Antônio estava há 5 meses trabalhando no SAMU após ser aprovado em uma seleção do município, e estava há 1 ano e 1 mês na secretaria de transporte fazendo a parte de Saúde. Ele declarou que não fez nada que motivasse a sua saída e pede explicações da gestão.

RESPOSTA DA PREFEITURA

O Blog do Jordan Bezerra entrou em contato com o senhor prefeito Dr.Odir Borges , afirmou que não estava  sabendo quem era  esse funcionário. ” Não sei nem quem é”. 

Blog do Jordan Bezerra | Denúncia




Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal Patosonline.com não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.