Policial

Fugitivo da justiça do DF se entrega em Patos

Um caso no mínimo curioso aconteceu na Superintendência de Polícia de Patos neste domingo Dias das Mães. Um fugitivo da Penitenciária da Papuda–DF, procurou a polícia de Patos, dizendo que queria se entregar. Trata-se de Antônio de Pádua Cassiano, natural de Piancó, mas que foi condenado no Distrito Federal por homicídio, cumpriu sete anos em regime fechado, porém desde outubro do ano passado, era considerado foragido.

 

Antônio de Pádua chegou por volta das onze horas da manhã deste domingo, se apresentou ao comissário Bezerra, dizendo que era fugitivo da justiça e que queria se entregar. Os policias entraram em contato com a justiça do Distrito Federal, e constataram que Antônio de Pádua Cassiano, falava a verdade, sendo considerado fugitivo da Penitenciária da Papuda no Distrito Federal.

 

Ele foi colocado em uma das celas, onde permaneceu até o dia de hoje, quando foi transferido para o Presídio Romero Nóbrega, onde ficará a disposição da justiça, que através da Polinter, o recambiará para o Distrito Federal com o objetivo de que ele cumpra o restante de sua pena.

 

Em contato com a nossa reportagem, Antônio de Pádua confessou ser autor de um assassinato no DF, cometido há oito anos, e que realmente era fugitivo da justiça. Ele afirmou que é natural de Piancó, onde teria ido visitar a mãe no ano passado, acabou ficando, porém se arrependeu e quer terminar de cumprir sua pena, para poder ser reintegrado a sociedade.

 

O fugitivo afirmou que está cansado de viver se escondendo, e agora pretende pagar o que deve para tentar reiniciar uma nova vida.

 

Nossa equipe tentou obter de Antônio de Pádua a informação sobre o local que ele trabalhou, porém ele afirmou que só sabia que era uma fazenda e que ficava localizada na zona rural do município de Patos, próxima ao Distrito de Santa Gertrudes.

 

Marcos Oliveira                      

 

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
close