Fogo em vegetação e em terrenos baldios preocupa bombeiros em Patos e na região



O Tenente Aurélio, do 4º Batalhão do Bombeiro Militar (4º BBM), concedeu entrevista na manhã desta segunda-feira, dia 24, e se mostrou bastante preocupado com o grande crescimento do número de incêndios registrados em terrenos baldios e também em vegetação em Patos e região.

De acordo com Tenente Aurélio, apenas no domingo, dia 23, foram registradas 30 chamadas com pedido de combate ao incêndio em terrenos baldios e vegetação. O soldado do fogo destacou dois grandes incêndios: um ocorrido no Município de São José de Espinharas e outro nas proximidades do Aeroporto Brigadeiro Firmino Ayres, em Patos.

Os bombeiros têm enfrentado muita dificuldade para combater o fogo, pois os incêndios têm ocorrido em locais de difícil acesso. Na vegetação em grandes áreas, os bombeiros não conseguem chegar com suas viaturas e o combate tem sido feito com bombas costais e abafadores, tornando o trabalho extremamente difícil.

A prática de atear fogo em terrenos baldios ou vegetação é crime e está tipificado na Lei Federal 9.605/98, Lei dos Crimes Ambientais. A sociedade pode ajudar a identificar criminosos e denunciar para que as autoridades possam punir tais práticas. A pena é de reclusão e também multa.

Se referindo aos dois grandes incêndios em Patos e São José de Espinharas, Tenente Aurélio disse: “Esses dois incêndios atingiram grande parte da vegetação nativa e estava se aproximando de residência e dos animais. Como o local é de difícil acesso…isso demanda grandes esforços…nós alertamos para que as pessoas não pratiquem queimadas…”.


Patosonline.com





Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal Patosonline.com não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.