Flamengo vence o Sport na Ilha e assume vice-liderança do Brasileirão

Flamengo mostrou sua superioridade diante do Sport (Alexandre Vidal / Flamengo)



O Flamengo segue na caça do Internacional, líder do Campeonato Brasileiro. Ao vencer o Sport nesta segunda-feira, na Ilha do Retiro por 3 a 0, o Rubro-Negro trouxe para quatro pontos a diferença para o Colorado, assumindo a segunda colocação. Melhor visitante do Brasileirão, o time de Rogério Ceni contou com os gols dos atacantes Gabigol, Bruno Henrique e Pedro, que coroaram uma apresentação positiva do time de Rogério Ceni, em especial na etapa inicial. 

O resultado manteve o Sport à beira do Z4. Com os mesmos 35 pontos do Fortaleza – o primeiro time dentro da zona de rebaixamento -, o Leão está fora, hoje, por conta do número de vitórias. Na próxima rodada, o time de Recife visita o Botafogo, no Nilton Santos, na sexta-feira. O Flamengo, por sua vez, tem o clássico contra o Vasco pela frente, na 34ª rodada do Brasileirão, na quinta.

FLAMENGO ATROPELA, MAS PERDE GOLS EM SEQUÊNCIA

As distintas “brigas” de Flamengo e Sport na tabela do Brasileirão já indicavam a diferença técnica entre os times, mas o que se viu na primeira etapa foi um domínio absoluto da equipe de Rogério Ceni na Ilha do Retiro. As estatísticas – 61% de posse de bola e 11 finalizações a mais – ilustram isso. E o caminho para a vitória rubro-negra foi aberto logo aos três minutos, com Gabigol abrindo o placar. O detalhe do golaço foi que a bola passou nos pés de Diego Alves, Gustavo Henrique, Filipe Luís, Isla, Gerson, Everton Ribeiro, Diego e Arrascaeta (não nesta ordem) até o camisa 9 colocar a bola no fundo do gol de Luan Polli.

Foram inúmeras chances até o intervalo, dentre elas, algumas incríveis desperdiçadas por Gabriel Barbosa e Bruno Henrique. O camisa 27, porém, também deixou sua marca, ampliando o placar aos 18 minutos. Diego e Arrascaeta também finalizar contra a meta do Sport, que, por sua vez, não conseguia se organizar defensivamente, tampouco encaixar contra-ataques.

O cenário da partida mudou após o intervalo, por mais que o Flamengo seguisse criando – e desperdiçando – grandes chances. O time de Rogério Ceni passou a explorar mais os contra-ataques, aproveitando os espaços dados pelo time de Jair Ventura que, sem opção, saiu mais. Com isso, o jogo ficou lá e cá.

Ao subir a marcação, o Sport pressionou um pouco o sistema defensivo do Flamengo, que voltou a apresentar falhas. A situação ficou mais difícil para o Rubro-Negro quando Diego Alves e Gerson tiveram que ser substituídos. O ritmo do time, como um todo, caiu. João Gomes, Vitinho e Pedro também entraram, e o Sport respondeu com Hernane, Bruno Roberto, Lucas Venuto, Sander e Gustavo Oliveira. Com ritmo mais cadenciado, o Flamengo controlou o fim do jogo, e Pedro deu números finais ao placar: 3 a 0 aos 50 minutos.



Lance!