Esportes

Flamengo se acerta com o Olympique para volta de Gerson

Flamengo se acerta com o Olympique para volta de Gerson

ÓTICAS GUIMARÃES

Presente para o torcedor do Flamengo no último dia do ano: Gerson voltará a ser jogador do clube a partir de 2023. O clube carioca chegou a um acordo com o Olympique de Marselha pelo retorno do volante, e as partes já tratam da troca de documentos para formalizar o acordo e assinar o contrato de cinco temporadas.

Flamengo acertou a compra dos 80% que pertenciam ao Olympique de Marselha por 15 milhões de euros fixos (R$ 85 milhões), além de mais 1 milhão de euros (R$ 5,6 milhões) por bônus com expectativa de serem atingidos facilmente pelo volante. Como os franceses ainda devem 6,5 milhões de euros (R$ 36,5 milhões) pela compra em 2021, o clube rubro-negro pagará 8,5 milhões de euros (R$ 45 milhões) de forma parcelada.

Gerson em ação pelo Flamengo — Foto: Pedro Martins

A negociação, que em determinado momento chegou a ficar congelada durante a Copa do Mundo, foi reativada nas últimas semanas, e o acerto se deu na manhã deste sábado. O vice de futebol Marcos Braz e o diretor executivo de futebol Bruno Spindel conduziram as tratativas com Pascal Carbon e Tulio de Mello, que representaram o Olympique.

Braz, aliás, fez uma publicação no Instagram com a bandeira da França. Além disso, postou a musica e a música “Tô voltando”, de Simone.

Com o acordo feito, Gerson agora está em busca de um voo para retornar ao Brasil. Antes os franceses estavam irredutíveis na pedida de 20 milhões de euros, mas no início da semana os clubes começaram a se aproximar de um denominador comum.

Com a chegada de Igor Tudor ao Olympique de Marselha, Gerson perdeu espaço, e o técnico já havia indicado nesta semana que não contava mais com o volante, que não entra em campo desde o dia 6 de novembro, na partida contra o Lyon.

– Vocês (jornalistas) conhecem a situação. Ele está em processo de saída.

Diretoria ainda tenta a contratação de goleiro argentino

Flamengo também pretende acertar a contratação do goleiro Augustín Rossi, do Boca Juniors, e dirigentes projetam viajar a Buenos Aires na primeira semana de janeiro. O jogador vai entrar nos últimos seis meses de contrato, e a diretoria rubro-negra trabalha com a possibilidade de só conseguir contar com ele no meio do ano.

Agustín Rossi, goleiro do Boca Juniors — Foto: Getty Images

Fonte: ge


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo