Físico prevê o retorno das chuvas a Patos-PB e recarga superior a 70 milhões de metros cúbicos no Complexo Coremas/Mãe d’ Água em 2020



A chegada agora no final de janeiro de uma onda planetária de energia em altos níveis na atmosfera do Nordeste, associada ao sinal positivo para chuvas da Oscilação Meddem/Julian, juntamente com o Oceano Atlântico Sul bem quente na altura da costa leste do Nordeste, irá contribuir para o início da estação chuvosa do Semiárido do setor norte da referida região, do qual faz parte o Cariri, Sertão e Alto Sertão da Paraíba, prevê o físico, meteorologista e mestre em Meteorologia Rodrigo Cézar Limeira.

Dessa forma, chuvas isoladas deverão ocorrer no Semiárido da Paraíba nos próximos dias, com o aumento gradativo da probabilidade de chuvas na região com o passar dos dias. Dessa forma Patos poderá registar pelo menos uma chuva significativa entre os dias 30 de janeiro e 05 de fevereiro.

O físico Rodrigo Cézar Limeira tinha previsto há quase dois meses atrás que o Semiárido do setor norte do Nordeste, teria o início de sua estação chuvosa começando entre os dias 05 e 15 de fevereiro, fato que deverá se confirmar.

O estudioso prevê ainda uma estação chuvosa normal em 2020 na maioria das localidades do Semiárido da Paraíba, sendo que em alguns locais do Cariri, Sertão e Alto sertão do Estado as chuvas poderão ficar acima da média devido a fenômenos como convecção localizada.

A previsão do estudioso Rodrigo Cézar Limeira é de um ano com formação de muita pastagem, bom para lavouras de feijão, algodão e até de milho em algumas localidades, com enchimento de muitos barreiros inclusive na região de Patos.

Para o Complexo Coremas/Mãe d’ Água a previsão do físico Rodrigo Cézar Limeira é de recarga superior a 70 milhões de metros cúbicos de água em 2020. Os dois reservatórios juntos armazenam aproximadamente 1 bilhão 365 milhões de metros cúbicos de água, os dois mananciais são os maiores da Paraíba.

Ciencia em Foco

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com