Fiocruz fecha compra de 2 milhões de doses prontas da vacina de Oxford



A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) fechou nesta tarde a compra de mais 2 milhões de doses da vacina de Oxford, previstas para chegarem ao Brasil a partir do dia 22 de fevereiro.

Apesar de a compra estar autorizada e o Instituto Serum ter fechado o “negócio”, existe ainda um ponto delicado: o acordo precisa ser submetido de governo indiano. Isso porque a população da Índia também está na disputa pelas doses da vacina e há uma demanda mundial pelos imunizantes. A informação sobre a compra está registrada em documentos oficiais obtidos pela CNN.

A negociação é mantida sob a maior discrição possível, tendo em vista os atrasos da primeira exportação das doses da Índia para o Brasil, em janeiro.

O lote previsto para chegar nos próximos dias faz parte de uma negociação que envolve a Fiocruz e a AstraZeneca para tentar dar um impulso à vacinação no Brasil.

É consenso entre as duas instituições que o País ficou prejudicado no começo da vacinação, com atrasos na importação de matéria-prima e doses prontas. A ideia é trazer 10 milhões de doses prontas da Índia para o Brasil até o mês de março.

CNN Brasil