Esportes

Fernando Diniz é demitido do São Paulo; Raí também deixa o clube

O São Paulo anunciou nesta segunda-feira a demissão de Fernando Diniz. O treinador não resistiu à sequência de resultados negativos do Tricolor no mês de janeiro. O diretor-executivo de futebol, Raí, também optou por deixar o cargo antes do fim do Campeonato Brasileiro.

O preparador físico Wagner Bertelli e os auxiliares Márcio Araújo e Eduardo Zuma, assim como Fernando Diniz, foram desligados.

A derrocada de Diniz teve início no mês de dezembro, com a eliminação para o Grêmio na semifinal da Copa do Brasil. Na sequência, a equipe somou seis tropeços no Brasileirão e se distanciou da briga pelo título.

Dos 18 pontos em disputa em janeiro, o São Paulo somou apenas dois, fator crucial para não só perder a liderança do Campeonato Brasileiro, mas também para encerrar a competição desmoralizado.

No total, Fernando Diniz esteve à frente do São Paulo por um ano e quatro meses, somando 75 jogos, com 34 vitórias, 20 empates e 20 derrotas. Seu auxliar, Márcio Araújo, esteve à beira do campo em outras três ocasiões, somando uma vitória, um empate e uma derrota.

A passagem de Diniz pelo Morumbi teve momentos de altos e baixos, sendo marcada por eliminações precoces nos torneios de mata-mata. A melhor fase do técnico foi entre novembro e o início de dezembro, quando o Tricolor acumulou 12 jogos sem derrota.

Agora, o São Paulo vai ao mercado em busca de um novo comandante. A expectativa é que a contratação seja feita antes da nova temporada, que se inicia ainda em fevereiro.

Confira a nota oficial publicada pelo São Paulo:

O São Paulo Futebol Clube informa que Fernando Diniz deixa o comando técnico da equipe nesta segunda-feira. Raí, executivo de futebol desde o fim de 2017, optou por deixar o cargo, em que ficaria até o fim do Campeonato Brasileiro, de forma imediata.

Também serão desligados o preparador físico Wagner Bertelli e os auxiliares Márcio Araújo e Eduardo Zuma, que chegaram ao clube junto com o treinador.

Ao longo de 16 meses, Diniz dirigiu a equipe em 75 partidas, com 34 vitórias, 20 empates e 20 derrotas. Márcio Araújo esteve no banco em outras três ocasiões em que o treinador cumpria suspensão: uma vitória, um empate e uma derrota.

O São Paulo agradece aos profissionais pelo trabalho e pela dedicação demonstrados durante todo o período em que defenderam nossas cores.

O presidente Julio Casares concederá uma entrevista coletiva a partir das 17h30 desta segunda-feira, no CT da Barra Funda, com transmissão ao vivo pela spfctv.


Gazeta Esportiva

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
close