Família divulga Nota sobre suposta armação no caso da agressão ao prefeito eleito de Santa Terezinha Arimateia Camboim. Veja



Vimos por meio desta nota, mediante os áudios falaciosos de sua autoria que circulam em grupos de WhatsApp e nas redes sociais, pedir respeito à família Camboim. Pedimos respeito à sua família, que nesse momento se solidarizaram com Arimatéia. Pedimos respeito às famílias da cidade de Santa Terezinha, à família de Arimatéia, às famílias dos eleitores de Arimatéia, porque esse ato brutal ocorrido no dia 08/11 com Arimatéia e sua família, que a senhora insinua ser inverídico, aconteceu no município e todos têm o desejo comum da verdade, de que esse fato seja esclarecido.

Pedimos respeito também à Dona Maria Camboim, que com seus 98 anos de idade tem a audição perfeita e diante dos horrores vividos no dia 08/11 ouvia seu filho gritando e gemendo de dores ao ser covardemente espancado por aproximadas duas horas, Dona Maria Camboim que tem a visão perfeita e ao final viu e pegou no colo seu filho ensanguentado, com sua face desfigurada e o corpo severamente machucado! Respeite Dona Maria Camboim que ouviu, viu e viveu toda essa violência praticada com seu filho e sua família, sem que pudesse fazer nada sobre a mira de bandidos armados!

Arimatéia Camboim além de dezenas de testemunhas que presenciaram a sessão de tortura e as violências a ele cometidas, foi atendido pela equipe do SAMU de Santa Terezinha, foi acompanhado por médicos sérios como clínico, cirurgião e ortopedista do Complexo Hospitalar Regional de Patos. Foi recebido no Hospital São Francisco pelo Dr. Ricardo Pontes irmão de Dr. Romero Pontes, candidato a vice-prefeito na chapa de Terezinha Lúcia, ambos filhos do Dr. Rui Pontes que é ex-prefeito e apoia diretamente a chapa da oposição à Arimatéia, foi também acompanhado pelo Dr. Marcone, médico da própria cidade de Santa Terezinha, até o local para transferência à João Pessoa. Arimatéia está se recuperando de um derrame pleural, provocado por infecção pulmonar decorrida das agressões sofridas. Tem atestados médicos, tomografias, ressonância, prontuários de atendimento, notas oficiais de hospitais de renome na Paraíba que comprovam a gravidade do seu estado de saúde durante sua internação, como também as violências a ele cometidas, além do mais, todo o local do ocorrido foi periciado pela polícia científica, assim como, foi realizado o exame de corpo de delito em Arimatéia, não cabendo, portanto, qualquer observação empírica, infundada e mal intencionada que venham tentar pôr em dúvida o trabalho de profissionais qualificados de órgãos competentes para falar sobre o caso.

Não compactuamos com a violência, não precisamos de mentiras para promoção eleitoral diante de uma trajetória vitoriosa que teve a nossa campanha política desde o princípio. Acreditamos e respeitamos a democracia, a resposta do povo nas urnas e não admitiremos calúnias e difamações dirigidas a Arimatéia, sua família e seus eleitores. Estamos atentos a todas as publicações criminosas que circulam nas redes sociais, tudo está sendo arquivado, e no momento oportuno, agiremos dentro dos trâmites legais para responsabilizar todos os que propagam inverdades, fakenews e tentam tirar a todo custo o brilho de uma vitória, onde cinco ex-prefeitos unidos em um grupo político, foram derrotados por uma campanha legítima e histórica na nossa cidade!

Então, pedimos que a senhora Regina Lúcia da Nóbrega pare de ficar criando suposições insanas, que distorcem completamente a verdade! Pedimos que pare de disseminar essa narrativa sórdida, mesquinha, que só espalha divisão e ódio entre os populares de nossa cidade! Pare de criar histórias fantasiosas que só cabem à realidade dos insanos mentais!

Todas as famílias de Santa Terezinha comungam do mesmo desejo pela elucidação dos fatos, para que a verdade prevaleça e a justiça seja feita. Foi um crime cometido a Arimatéia, que é um político, mas antes disso é um cidadão, filho dessa terra tão amada e que só tem feito o bem a todos!

Desse modo, reiteramos que confiamos no trabalho da polícia, do ministério público e das autoridades da Paraíba, que trabalham com responsabilidade, seriedade, competência e afinco no seu ofício para elucidar em especial este caso, mas também todos os demais.

Desejamos paz ao nosso povo, serenidade e esperança de que nos próximos 4 anos desfrutaremos de tempos de prosperidade, verdade e justiça em nossa cidade!

Família Camboim